Home >> Notícias

NOTÍCIAS

19/12/2017
Brasil tem maior concentração de renda do mundo; e extrema pobreza volta a crescer

Duas matérias, 1 de quinta (14), do portal El Pais, e outra de sexta-feira (15), do jornal Valor Econômico trazem notícias que o Brasil é o país de maior concentração de renda do mundo, em que quase 30% da renda está nas mãos de apenas 1% dos habitantes do país. A outra diz que a extrema pobreza voltou a crescer no Brasil.

Trata-se, pois, de 2 irmãs siamesas: concentração de renda e extrema pobreza.

Quase 30% da renda do Brasil está nas mãos de apenas 1% dos habitantes do país, a maior concentração do tipo no mundo. É o que indica a Pesquisa Desigualdade Mundial 2018, coordenada, entre outros, pelo economista francês Thomas Piketty. O grupo, composto por centenas de estudiosos, disponibiliza banco de dados que permite comparar a evolução da desigualdade de renda no mundo nos últimos anos. Leia matéria completa no portal El Pais, do jornalista Rodolfo borges.

De acordo com estudo do Banco Mundial divulgado em outubro, o país tinha 8,9 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza para essa linha de corte de US$ 1,90 em 2015. Comparado ao dado do IBGE, isso indicaria um forte aumento da pobreza extrema de um ano para o outro.

Em 2016, esses números aumentaram para 13,35 milhões de pessoas em situação de pobreza extrema, o que representa 6,5% da população do país. A estimativa está na “Síntese de Indicadores Sociais”, divulgada na última sexta pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nesse caso, foi considerada a linha de pobreza extrema internacional do Banco Mundial, de renda de US$ 1,90 por dia de renda per capita (R$ 133,72 por mês).

Fonte: Diap